sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

2014! Mas...

... ainda tem mulher que acredita:

- Em 'Farinha Seca Barriga'

natue02

- Que precisa "malhar que nem filha da puta" pra ter um marido magya

- ~Marido Magya~

- Que as mulheres da mídia são mais bonitas que elas e suas amigas


- Que é culpa (só) da mulher se ela se envolver com um homem casado


Affff

Mas é Ano Novo na China. Vamos ver se alguma coisa muda.
Meus votos são de que nós sejamos mais inteligentes e nos amemos mais - a nós mesmas, como somos, e umas às outras.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

:: NA COZINHA :: PICOLÉS CASEIROS (E ALCOÓLICOS!)

O verão e as festas de final de ano estão chegando! E achei uma seleção incrível de picolés de tequila, rum, vodka, cerveja, e mais o que você quiser inventar! Uma ótima opção para matar o calor e aproveitar o final de ano. Se não quiser ele alcoólico, é só deixar de lado a bebida e usar apenas as frutas.
Agora vamos as receitas que são muito fáceis! A dica é fazer de um dia para o outro, já que o álcool demora mais para congelar. E se não tiver forminhas para sorvete, use copos de shot, americano, o que tiver!



- Melancia com hortelã


¼ de xícara de água
¼ de xícara de açúcar
1/3 de hortelã fresco (pode ser trocado por manjericão)
4 xícaras de melancia em cubos
Suco de 2 limões
1/3 de xícara de tequila


Modo de preparo: em uma panela pequena misture a água, o açúcar e a hortelã. Deixe ferver até dissolver o açúcar e reduzir. Retire do fogo, peneire e reserve. Com um processador ou liquidificador bata a melancia com o suco de limão. Passe por uma peneira bem fina e misture com a tequila e o xarope de menta. Coloque a mistura em formas e leve ao congelador por 30 minutos antes de colocar os palitos. Deixe de um dia para o outro.


-Morango com pêssego e Vodka


15 morangos amassados
3/4 xícara de Xarope de pêssego (receita abaixo)
1 xícara de água com gás
1 colher de suco de limão
2/3 de xícara de vodka


Modo de preparo: misture o purê de morango com 1/3 de vodka e encha ¼ da forminha para sorvete. Reserve. Misture o xarope de pêssego com a água com gás e adicione o restante da vodka e o suco de limão. Preencha as forminhas e leve para gelar. Quando estiver mais firme, coloque os palitos e volte para o congelador de um dia para o outro.
Para o xarope de pêssego:
½ xícara de pêssegos em cubos
1 xícara de água
1 xícara de açúcar
Modo de preparo: no processador ou liquidificador bata o pêssego até virar um purê. Misture a água e o açúcar e leve ao fogo. Deixe ferver por 5 minutos. Passe por uma peneira fina e reserve.



-Mojito de manga


1 ½ xícara de manga picada
1/3 de xícara de rum
Suco de 1 limão
2 colheres de açúcar
2 colheres de hortelã picado
½ xícara de água


Modo de preparo: Bata a manga, o rum, o suco de limão e o açúcar até ficar homogêneo. Adicione a água e a hortelã e bata até misturar tudo. Coloque nos moldes e leve para o congelador. Após 30 minutos, ou depois que firmar a mistura, adicione os palitos e deixe congelar de um dia para o outro.


Amora com Prosecco


2 xícaras de Prosecco
1/3 de xícara de amoras
½ xícara de licor de cassis
1 colher de suco de limão
Zest de limão


Modo de preparo: Amasse as amoras com o licor de cassis. Adicione o suco de limão e a zest e misture. Coloque na forma de sorvete aproximadamente 1 colher dessa mistura e por cima jogue o Prosecco. Deixe gelar por 2 horas ou até que solidifique o suficiente para segurar o palito. Volte ao congelador e deixa da noite para o dia.



Essas receitas e mais MUITAS outras, muitas mesmo,  você encontra nos links:


sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

ESCRITÓRIO FRIO, RUA QUENTE




Quem trabalha em escritório deve concordar comigo quando eu digo que é mais fácil se vestir para trabalhar em dias frios ou, no mínimo, de temperatura amena. Por mais que eu adore os dias bonitos e quentes, a diferença de temperatura entre a rua e o freezer em que alguns escritórios se transformam, sob o poder do ar condicionado, faz eu querer que seja verão só aos fins de semana ou nas horas que sobram depois do expediente.

É dificílimo escolher uma roupa que seja adequada para as duas situações. Eu me vejo renunciando às saias e vestidos, com medo da garganta se ressentir das muitas horas em um ambiente cuja temperatura não suporta tanta pele à mostra. O pé, que parece não ter sistema circulatório próprio, então, não pode ficar de fora de maneira alguma e nessa, as sandálias vão ficando cada vez mais no fundo do armário.



Trabalhando há alguns anos nesses ambientes refrigerados, aprendi algumas manhas. Cardigan fininho, que cabe na bolsa e não amassa é um must have. Vale ter alguns de cores que coordenem bem com as suas roupas e não esquecer de agarrar um antes de sair de casa. Pashminas são uma opção e dá até para fazer um charme amarrando na bolsa enquanto não é preciso aquecer o pescoço e as costas. Eu tenho panos coloridos de vários materiais que desempenham o mesmo papel.

Para os pés, confesso que não encontrei uma solução perfeita. Aproveito que não é muito adequado estar com eles super à mostra no trabalho e uso sapatilhas vazadas quando está mais calor e sempre evito os calçados acolchoados. Quanto às roupas, o que aprendi é que o material da peça é muito mais importante que o comprimento. Em dias super quentes, materiais naturais. Funciona melhor uma calça de algodão com uma camisa de gramatura leve que um vestido ou regata de poliéster. Só o fato da pele poder respirar já te deixa com uma sensação mais fresca, mesmo debaixo do sol do meio-dia. E ainda por cima te protege do ar condicionado.



Quando for às compras, pense nisso. Roupa de verão não precisa ser necessariamente curta e cavada, e certamente não deve ser quando se trata de peças que você usa no trabalho. Invista nos tecidos que "respiram", como linho e algodão (naturais) ou poliamida e viscose (sintéticos). Fuja dos poliéster, mesmo que o preço seja mais apelativo. Na dúvida, recorra à etiqueta de composição e seja feliz.