quarta-feira, 28 de março de 2012

FABULOUS NOBODIES



O diretor do filme "The September Issue" (que é sem dúvida um dos melhores filmes sobre a indústria da moda de sempre) R.J. Cutker, está fazendo testes para seu novo filme, uma adaptação do romance "Fabulous Nobodies" de 1986. Estão procurando por uma atriz estilosa de 20 e poucos anos para o papel principal de Reality Nirvana Tuttle, uma hostess obcecada por moda de um clube no centro de Manhattan do final dos anos 80. Já ficou com vontade? Tem mais. "É 'Emma' encontra 'Clueless'," explicou Julie Anne Quay, ex-editora executiva da revista V, que reservou os direitos de filme para o livro, escrito pelo antigo editor chefe da Vogue Australia, Lee Tulloch.





segunda-feira, 26 de março de 2012

:: VALE A PENA :: RESIDÊNCIA ARTÍSTICA FAAP



"... A Residência Artística FAAP destina-se, também, e efetivamente, a inserir a cidade em um circuito internacional cada vez mais amplo e interligado por ações que visam à discussão e reflexão sobre as possibilidades de colaboração e participação no campo artístico, mas destina-se de outro lado a inserir o artista na cidade, e em uma especifidade de relação local, ao oferecer-lhe o ambiente..."

O texto do programa que deveria apresentar a residência que funciona no Edifício Lutetia desde 2005 é complexo, chato e não teriam me feito ir até a Praça do Patriarca no último sábado. Sorte que eu só li ele depois de sair do Open Studio que eles promoveram. A tal residência é mantida pela FAAP e é uma dessas coisas boas que a cidade oferece e sobre as quais nós nunca ficamos sabendo.

Para contar uma história curta, são 10 apartamentos muito bons onde artistas de qualquer lugar, do Brasil e do mundo, podem morar enquanto desenvolvem seus trabalhos. Eles desfrutam de toda a estrutura do curso de Artes Plásticas da faculdade e podem ficar de 2 a 6 meses nesse processo, de acordo com uma pré-avaliação da instituição sobre o trabalho prévio e o projeto proposto para o período. Quem tem alguma familiaridade com o conceito de residência artística já sabe do que se trata.

Para mim, pessoalmente, o contato com o projeto e seus participantes tem uma influência pessoal, numa nova maneira de pensar o estilo de vida, a relação com a cidade e seus espaços públicos e processo de criação de uma maneira geral. É bom principalmente pensar que talvez seja viável ter uma vida um pouco mais slow, mesmo que numa metrópole.

As fotos são de duas dos sete artistas que estão morando e participando da residência agora. Escolhi para ilustrar esse post porque foram as duas últimas a apresentar seus trabalhos em um talk que aconteceu na última terça-feira (além de serem duas queridas).

A Julie faz um trabalho que envolve a experiência dela com neurociência, onde linhas irregulares sobrepostas em camadas formam imagens e cores distorcidas pelo cérebro, num efeito conhecido como moiré. A Holly dá continuidade aqui em São Paulo a uma série que começou quando o irmão dela foi condenado a 9 anos de detenção. São obras que resultam da correspondência entre os dois e de uma relação que se tornou diferente pela distância não só física, mas de realidade, de diversas maneiras.

As duas são americanas, mas o projeto atualmente conta com outros três brasileiros, um inglês e um português. Para saber mais sobre, acesse a página do Facebook.




sexta-feira, 23 de março de 2012

STATUS DO DESAFIO - PARTE I



E lá se vão dez dias de desafio, e eu sigo cumprindo o prometido, só com pequenos blefes. É que nossos preferidos do guarda-roupa são preferidos por algum motivo e eu confesso que tiveram dias que eu usei só acessórios como peças "inéditas". Tava de TPM também, tenho que ter um desconto. Ou você não leu sobre a pesquisa que diz que as mulheres usam mais calça jeans quando estão desanimadas?

Basicamente o que acontece é aquilo que eu já tinha previsto:
1. eu definitivamente percebi que eu tenho muito mais roupa do que eu precisaria
2. não estou disposta a me desfazer de TODO o supérfluo, mas eu já sei do que eu posso me desfazer sem dor
3. eu perdi a vontade de comprar :O
4. eu tenho me vestido de jeitos mais interessantes

Não tirei fotos, porque não é o mote desse espaço, isso não é blog de look do dia (mesmo que vez ou outra eu até pudesse colocar um ou outro exemplo, mas eu não tenho uma câmera decente). Sobre a parte de maquiagem, eu percebi que assim que você tira 5 minutos pra cuidar dessa parte, você se empolga e pode facilmente fazer alguma coisa legal e nem demora tanto. Tenho inclusive tentado dar uma mudada no cabelo também (e eu nem tinha prometido, ó).

O desafio continua, e agora ele deve começar a ser mais fácil, porque tá dando uma esfriadinha e eu estou ansiosa para usar minhas roupas de frio. Assim mesmo, vou tentar usar coisas diferentes. Agora sim vai ser divertido!!!