quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A MODA x A VIDA REAL



A moda produz imagens de um sonho quase inalcançável, pelo menos para os pobres mortais que estão ocupados vivendo suas vidas off passarela. Não por acaso se utiliza de imagens inusitadas, com modelos de corpos impossíveis e poses praticamente irreproduzíveis, em roupas que não cairiam nada bem em 99,2% da população mundial. 

Não se desespere. Para gente como a gente, os intervalos entre as estações passam tão rápido quanto para os estilistas que estão preparando aquelas coleções maravilhosas, mas ele é ocupado por afazeres outros que provavelmente vão inviabilizar a apreensão de todas as tendências apresentadas nas semanas de moda ao redor do mundo, além de não te prover de todo o dinheiro necessário para adquiri-las. Se você tiver rendimentos suficientes para tal, o mais provável é que não tenha tempo para.

Mesmo assim, pode ser que você sinta desejo ou mesmo obrigação de ‘estar na moda’. Ela é uma indústria, e a prova de que é uma engrenagem movida por profissionais é que alcança seus objetivos através de estratégias muitíssimo bem estudadas. Também não é o caso de se sentir vítima do sistema. Ao contrário, você pode e deve usar o valor dado à aparência pela nossa sociedade a seu favor.

Seja através de talento próprio ou com a ajuda de um profissional, o domínio da sua imagem e do seu estilo, com coerência, comunica as pessoas ao seu redor a confiança que você pode não ter a oportunidade de verbalizar, se utilizando de elementos da moda. 

Mas lembre-se, na vida real o importante é se conhecer bem o suficiente a ponto de saber o que te faz feliz. Saber respeitar sua personalidade, seu corpo, seus gostos, inevitavelmente te renderá sorrisos no rosto, que serão acessórios perfeitos para completar qualquer look que você vestir.

2 comentários:

  1. Olá,
    vi seu comentário no Blog da lindissima Julia Petit e não pude deixar de dar uma olhada.
    Concordo com tudo o que foi dito.
    Seria mais prático trabalharmos aquele "eu interior" e nos conhecermos para entendermos o que usamos e o que faz realmente bem.
    A imagem que passamos e quem realmente somos.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre bom ouvir que tem mais gente pensando assim!
      beijos

      Excluir